31/05/18

Periodontite

Os perigos ao ignorar os sinais da periodontite


A periodontite é a doença das gengivas. A inflamação das gengivas pode significar problemas sérios como a periodontite e por isso se tiver a gengiva inflamada e vermelha consulte de imediato um periodontista. 
Não espere muito tempo até consultar o especialista porque as consequências podem ser irreversíveis.

As razões do aparecimento da periodontite


A higiene oral é extremamente importante para manter os dentes sãos e as gengivas. Vejamos o que pode acontecer se a limpeza da boca for negligenciada:

A placa bacteriana forma-se entre o dente e a raiz junto à gengiva.
O tártaro fica muito resistente.
O tártaro e a placa infiltram-se na raiz do dente e criam bolsas periodontais.
As bactérias originam inflamação.
A inflamação e as bolsas periodontais  contribuem para a recessão óssea.

O risco de periodontite é maior se estiverem reunidos os seguintes fatores:

  1. Deficiências de vitaminas
  2. Problemas de alimentação e nutricionais
  3. O fumo do cigarro
  4. A ingestão de bebidas alcoólicas
  5. O stress

Os primeiros sinais da doença das gengivas

As gengivas ficam inflamadas e sangram
A gengiva retrai
Os dentes oscilam
Mau hálito

A periodontite e a sua influência nos implantes dentários


A doença das gengivas não está relacionada apenas com pacientes que têm dentes naturais. Os portadores de implantes dentários, negligenciando a higiene dos implantes estão sujeitos também a esta doença. No caso dos implantes, a doença denomina-se de periodontite. Por isso os dentistas avisam da necessidade da higiene e das consultas regulares de controlo dos implantes dentários.

Tratamento da periodontite e os implantes dentários


Nos casos mais ligeiros, a doença no seu estado inicial chama-se de gengivite. Neste caso, a escovagem frequente dos dentes e implantes, o uso de fio dentário e antisséticos orais pode resolver o problema.

Nos casos mais sérios deve consultar um especialista em periodontia.

  1. O dentista especialista tira radiografias da boca tais como a ortopantomografia e faz um exame minucioso avaliando o grau de infeção e as estruturas dentárias.
  2. Transfere para um higienista oral ou o próprio dentista procede à limpeza dentária.
  3. Se a destartarização não for suficiente para resolver a infeção das gengivas, o dentista limpa as bolsas periodontais e desinfeta a zona atingida. O tratamento pode consistir em curetagem da gengiva. O dentista procede a uma incisão na gengiva e limpa as bolsas atingidas.

Problemas relacionados com a periodontite


A doença das gengivas deve ser levada muito a sério para prevenir outros problemas de saúde graves.
As bactérias das bolsas periodontais podem entrar na corrente sanguínea causando problemas sérios no coração, nas articulações, nos rins ou nos pulmões. Esta doença da gengiva agrava os diabetes e as doenças cardiovasculares.

O que fazer para evitar a periodontite?

Para manter uma boa saúde em geral é importante preocupar-se com a saúde dos seus dentes.
A escovagem várias vezes ao dia, o uso de fio dentário, a visita regular no dentista para check-ups e limpeza profissional são procedimentos fundamentais para evitar a doença das gengivas.

12/05/18

Zirconia ou coroa de cerâmica?

Coroas de cerâmica ou zirconio
A coroa dentária é uma excelente solução para pacientes que têm dentes muito deteriorados. É também solução para dentes mal posicionados ou tortos. Quando já não é possível reconstruir o dente e a raiz está em boas condições, a coroa dentária resolve o problema.

As coroas são cimentadas em dentes que depois de talhados podem suportar o novo dente ou em implantes dentários.

Quando se coloca uma coroa no nosso próprio dente?

As principais razões são as seguintes:
  1. Depois do tratamento desvitalização, quando a raiz do dente está saudável e sem infeções.
  2. Quando o dente está muito danificado e já não pode ser reconstruído com resina.
  3. Um ou mais dentes estão mal posicionados e essa deformidade não pode ser tratada com aparelhos dentários. Muitas pessoas recorrem às coroas para melhorar o sorriso.

Procedimento para preparar o dente antes de colocar a coroa

  • Trata-se o canal radicular. Faz-se a desvitalização ou endodontia que consiste na remoção do nervo. É o nervo que causa dor. Por isso antes de colocar uma coroa, na maioria dos casos procede-se ao tratamento da raiz.
  • O dentista talha o dente e faz um falso coto ou aproveita o próprio dente destruído para reconstruir o suporte onde a coroa irá assentar.
  • A coroa é cimentada ao dente preparado.

Como se coloca uma coroa no implante dentário?

  • Depois da cirurgia e após integração do implante no osso, tiram-se modelos a gesso do maxilar e enviam-se para laboratório para o fabrico da coroa.
  • A coroa é fabricada por um técnico de prótese dentária através da tecnologia Cad/ Cam.
  • Fazem-se provas, escolhe-se a cor desejada. A nova coroa deve ser da mesma cor dos dentes em redor.
  • Entrega-se a coroa que é cimentada ao dente ou ao implante.

Qual a melhor solução? Zirconia ou cerâmica?

Ambas as soluções oferecem um tratamento com qualidade. A maioria das pessoas escolhe a metal cerâmica que é ligeiramente mais barata. Porém em dentes frontais a escolha é a zirconia.
São excelentes soluções mas existem algumas diferenças entre elas.

A estética 

Ambas são muito bonitas, no entanto, a coroa de zirconio é mais translucida e tem por isso um aspeto um pouco mais natural.

O preço

A coroa mais barata é a metal cerâmica que é composta por metal no seu interior e coberta a cerâmica. As coroas de cerâmica pura e zirconio são um pouco mais caras. Se o paciente for alérgico a algum metal o ideal é que escolha a zirconio porque é livre de alergias.

Durabilidade das coroas dentárias

Ambas duram muito tempo. Consideramos que a zirconia é um pouco menos resistente. No entanto, a coroa metal cerâmica tem metal no seu interior, é por isso muito resistente mas a cerâmica pode lascar.
Não se preocupe com isso porque a reparação é um procedimento simples tanto num caso como no outro. 
Tal como os nossos dentes que quebram, as coroas também podem quebrar. 
Certos alimentos muito duros tais como as castanhas piladas ou amêndoas da Páscoa podem danificar os nossos dentes e também as coroas.

01/05/18

Razões para aumento de osso

A pricipal razão para aumento de osso no maxilar é a de conseguir que os implantes sejam instalados
regeneração óssea
Aumento de osso - biomateriais
com sucesso.
Os dentes fixos no maxilar denominados de implantes dentários conseguem fazer sorrir.
A qualidade do osso da mandibula ou maxilar pode estar em causa se já teve os seguintes problemas orais:

  1. Extração de dentes.
  2. Falta de dentes durante muitos anos.
  3. Gengivite.
  4. Periodontite.
  5. Acidente com trauma no rosto ou na mandíbula.

Aumento de osso passo a passo

O aumento de osso é um procedimento pouco invasivo, indolor.
O aumento de osso é realizado por um médico dentista dedicado à implantologia. Em alguns casos o aumento de osso é realizado em simultâneo com a extração de um dente.

O procedimento é realizado com anestesia local. O profissional de saúde faz uma incisão no tecido gengival e expõe o osso. É introduzido o material de enxerto ósseo que pode conter colágeno e proteínas que estimulam o crescimento ósseo. Depois a zona é suturada e a gengiva fica fechada.

O bio material é absorvido pelo organismo. Este processo pode levar alguns meses, cerca de 3 a 5 meses até ser possivel inserir os implantes.

Cada caso é um caso e existem inúmeros procedimentos adequados a cada pessoa.

Os tipos de osso

Existem várias opções de bio materiais para enxerto de osso ou elevação de seio.

Utiliza-se osso da própria pessoa, de animais ou sintéticos; São geralmente tratados em laboratório.
O osso da própria pessoa pode ser removido com anestesia de uma parte do corpo e utilizado na zona em falta.