Avançar para o conteúdo principal

Tabaco e saúde oral


dentes e cigarros


Nos últimos dez anos, organizações mundiais e nacionais de saúde, apresentam campanhas onde é mostrado os malefícios do tabaco na saúde em geral.

Apesar disso, a indústria dos cigarros, cigarrilhas, tabaco para cachimbo e charutos, altamente lucrativa, através de estudos de mercado e de publicidade atractiva, dirige-se a adultos e jovens.

O vício de fumar é difícil de perder e os seus malefícios afectam não só a saúde em geral  como a saúde oral em particular.

Quais as principais doenças orais causadas pelo tabaco?

  • Cancros da boca nomeadamente da língua.
  • Leucoplasias (lesões denominadas de pré-malignas)
  • Os dentes ficam escuros, manchados e podem perder-se prematuros. 
  • O tabaco pode originar gengivite e periodontite.
  • O fumo dos cigarros provoca halitose ou mau hálito.
O tabaco altera os dentes naturais e as próteses dentárias artificiais; as próteses ficam amareladas e tendem a escurecer. O aspecto fica desagradável e pode parecer falta de higiene.

O fumo e a gravidez.

As mulheres que fumam são sempre aconselhadas a suspender ou diminuir o consumo de cigarros. O tabaco e o fumo prejudicam o bebe ainda no ventre da mãe. Devido também a razões hormonais as mulheres nesta altura da vida estão mais vulneráveis e sujeitas a inflamação das gengivas.

O tabaco e os implantes dentários.

Está provado que a taxa de insucesso em fumadores é maior, principalmente se a pessoa for um grande consumidor de tabaco. Os profissionais de saúde aconselham a redução do consumo antes e após o tratamento para evitar a dificuldade de cicatrização e outros problemas relacionados com o seu consumo.

O consumo de tabaco, o olfacto e o paladar.

O tabagismo altera negativamente o cheiro e o sabor dos alimentos. O olfacto é menor e os alimentos parecem não ter grande sabor. Em certas profissões tais como provador de vinhos, cozinheiro ou perfumista, se o trabalhador fumar , esse hábito irá intervir negativamente na sua vida laboral.

Mensagens populares deste blogue

Carga imediata - Dentes no mesmo dia

O que são implantes dentários com carga imediata (dentes no mesmo dia)?



A carga imediata ou dentes no mesmo dia  é uma técnica recente e que veio ao encontro e desejo de muitos pacientes que ansiavam sair da clínica com dentes após cirurgia. O maior anseio para os pacientes que se submetem a este tipo de tratamento é  sentir os novos dentes artificiais. 
Devido ao estudo exaustivo sobre a implantologia, suas técnicas e protocolos, foi possível evoluir um pouco mais nestas matérias e inventou-se o protocolo de carga imediata ou dentes no mesmo dia.
 Esta técnica permite aos candidatos a este tratamento resultados de funcionalidade um pouco mais rápidos.
Em que consiste a carga imediata ou dentes no mesmo dia?
Trata-se da inserção do parafuso de titânio na gengiva. Sobre o parafuso coloca-se uma coroa provisória que não deverá exercer uma força directa sobre este .
Refere-se muito esta nova técnica  nos meios de comunicação social com o objectivo de vender este tratamento ou angariar pac…

Quanto tempo duram os implantes?

O implante dentário é uma excelente solução para o problema da falta de dentes. Restitui a forma e a função do dente perdido. Os implantes dentários contribuem para uma melhoria da saúde oral, aumentam a auto estima e a confiança. Os problemas psicológicos causados pela perda de dentes desaparecem.
Existem  outros dispositivos para preencher a falta de dentes tal como as dentaduras. As dentaduras são aparelhos removíveis que se colocam na boca, no maxilar superior ou mandíbula e cujo objectivo principal é ajudar na mastigação e preencher a falta de dentes. Porém, e por serem móveis, causam desconforto ao falar e mastigar. Não se comparam aos implantes dentários que por serem soluções fixas transmitem outra segurança e conforto a quem os usa. Para além do conforto e segurança podem usar-se a longo prazo.

Está a pensar colocar implantes dentários para substituir dentes perdidos ? Imagina quanto tempo podem durar? Será que podem durar décadas desde o dia em que são fixos no osso maxilar…