Medo do tratamento

medo implantes dentários


Quer fazer o tratamento mas tem medo de dentistas?



A questão do medo das clínicas dentárias e dos dentistas é um assunto que deve ser referido neste site porque nem sempre se dá a importância devida a este problema.

Muitas pessoas sonham em dentes fixos  mas não têm coragem para iniciar o tratamento. E por essa razão preferem usar as incómodas dentaduras, preferem esconder o sorriso, evitar alimentos sólidos, colocar a mão à frente do rosto quando esboçam sorrisos amarelos.

Vivem silenciosamente a angustia de quererem submeter-se a um tratamento mas não têm coragem. 

O medo dos dentistas é racional?


O medo de dentistas não é racional nem tem razão de existir.

Longe vão os tempos em que ir ao dentista era um sacrifício doloroso. Esses tempos são distantes e a memoria desses acontecimentos também. Ouvem-se histórias antigas que em nada correspondem à verdade actual. 

Hoje em dia as clínicas são confortáveis e esteticamente agradáveis. Ouve-se música ambiente, outras disponibilizam aparelhos de televisão. Desta forma , o paciente espera confortavelmente a sua consulta enquanto lê uma revista, vê televisão ou ouve música.

O pessoal auxiliar está treinado para ser gentil e acolhedor. Geralmente após o primeiro contacto as pessoas sentem-se mais confiantes.

Os  dentistas são educados a praticar a humanidade do ato médico. São atenciosos e simpáticos.
O tratamentos dentário é indolor porque se utilizam anestesias adequadas.


O que fazer para perder o medo dos dentistas?


  • Marque a sua consulta de preferência para o próprio dia. Assim, não precisa de ficar a pensar semanas a fio que tem uma consulta marcada no dentista.
  • Se necessário peça ao médico que lhe prescreva um sedativo ligeiro e de preferência natural para que a ansiedade posso diminuir.
  • Se tem medo do tratamento  solicite ao dentista que lhe explique detalhadamente as etapas do processo. Se não as entender não hesite em pedir novamente que o médico lhe explique todo o tratamento.
  • Não tenha receio de confessar o seu medo . Encare esse pavor com frontalidade e confesse-o aos nossos dentistas que o podem ajudar a ultrapassar esse obstáculo. O tratamento também pode ser adaptado.
  • Tenha consciência que o medo não tem razão de existir e que um dia ainda se vai rir sobre esse  assunto.
  • Imagine o conforto do tratamento e os seus benefícios; imagine-se a comer tudo o que tiver vontade, a falar com confiança, a sorrir sem constrangimentos. Os benefícios são tantos e tão variados, que se pensar neles, decerto vai sentir que são muito superiores ao receio que ainda possa existir de ir ao dentista. Sendo assim...marque a sua consulta....